aqui, acolá, abandono lá

mas afinal, qual abandono estamos falando? sobre o meus brinquedos, sobre aquele amigo que foi embora e não disse adeus, sobre os vícios que tinha ou sobre aquela criança que fora abandonada pela mãe? 

são tantos os abandonos que perco as contas. porque tal palavra, abrange muitos abandonos e pensando assim, somos tomos abandonados. sou um mero ser vivo que fora abandonado, que serei abandonado e que abandonarei. 

maldito é aquele que abandona, maldito seja eu, maldito seja você! 

abandonar faz parte, abandonar faz bem. abandonar traz paz, nos livra do passado. 

abandonar faz bem ou mal? alguém sabe me responder? 

Parece Piada

Solidão

é algo tão duro

que é

Sólidão.

Estou dançando no papel
Estou pondo em registro teu sofrimento
Estou sendo lida
Estou sendo
Apenas sendo
Ou porque não,
apenas vivendo.
—  Insonia
Liberto-as quando não tenho com quem conversar. Elas me entendem, ora sim, ora não. São fiéis até serem lidas, caso eu permita. São justas e estão fazendo o que fazem melhor.
—  Insonia 
te stalkeei advogada... atrevida(.)uol(.)com(.)br/upload/imagens_upload/tumblr_inline_mfa5jkTBjw1qeyq2g(.)gif

Que sustoo hahahha achei q tivesse alguma ft minha no gif

Pode stalkear <3 

(e já aproveitando a deixa, sigo de volta no instagram hahaha)

Ele era sol, ela era lua. Ele era açúcar, ela era sal. Ele era a escuridão, ela a claridade. Ele era pra momento, ela era pra vida toda. Ele era caseiro, ela era da rua. Ele era livro, ela era a literatura. Ele era vou fazer, ela era já fiz. Ele era de praia, ela da praia. Ele era corpo, ela era mente. Ele era carro, ela era bicicleta. Ele era dor, ela era cura. Ele era choro, ela era riso. Ele era poça, ela já era o rio inteiro. Ele era raso, ela era profundidade. Mas quando os dois se juntavam, nego… Não tinha pra ninguém.
—  Jardineiro. 
Beba da minha alma e faça dela seu maior remédio.
—  Jardineiro

Vivo de lembranças. São as melhores coisas que me restam

Só sei
que estou perdido
nesse oceano de dúvidas,
a força da correnteza não tem sido
suficiente pra me guiar até o fundo

continuo remando…
mesmo que
afundar pareça mais fácil.

continuo remando…
procurando um porto seguro,
ou um vento que me arraste
pra longe de mim.

—  Sean Wilhelm.
P